• PERÍODO DE ESPERA
    Dia 8 de 12
  • EVENTO
    Parabéns John John
  • WEBCAST
  • ONDAS
    2-4 pés
  • TEMPO: Sol
    VENTO: Fraco
  • PROGRAMAÇÃO: Vitória de John John Florence!
    ATUALIZADO: 16 de Maio - 11am

Gabriel Medina foi o protagonista da maior polêmica do dia. Foto: ASP/Dunbar

Resgate Polêmico no Postinho

15 May 2012 Posted in Informações do Evento

Fonte: Ader Oliveira/Waves

Uma situação polêmica marcou o duelo entre Peterson Crisanto e Gabriel Medina na repescagem do Billabong Rio Pro, nesta segunda-feira, em ondas de até 2 metros e formação regular no Postinho, Barra da Tijuca (RJ).



No minutos finais do confronto, Medina teve a cordinha da sua prancha partida e saiu nadando em direção à praia.



O piloto do jet-ski da competição resgatou o atleta e levou-o de volta ao outside. Porém, a direção de prova orientou o piloto a trazê-lo de volta à praia, alegando que o auxílio dos jets era proibido nesse caso.



Medina perdeu dois minutos de bateria e teve de entrar novamente, dessa vez remando. Caso continuasse no outside, seria penalizado com interferência assim que surfasse uma nova onda.



Pouco tempo depois de sua cordinha ter partido, Medina levou a virada de Peterson Crisanto, que passou por dentro de um bonito canudo no melhor momento da bateria, arrancando 7.83 pontos dos juízes.



Precisando de 6.67 para reverter a situação, Medina ainda tentou a virada nos instantes finais, mas caiu em um aéreo de backside.



Ao término da bateria, o padrasto do atleta, Charles solicitou por escrito a realização de uma nova bateria entre Medina e Petersinho.



Segundo Charles e também a mãe do atleta, Simone, a equipe de resgate da prova teria recebido uma autorização, já durante o confronto, para que os jets auxiliassem os atletas no retorno ao outside.



O diretor de prova Daniel Friedmann revelou que o piloto do jet agiu de forma precipitada e que não deu nenhuma autorização pelo rádio.

Ainda de acordo com Friedmann, o auxílio do jet-ski estava permitido apenas para que os atletas entrassem antes de a bateria ser iniciada. Durante o confronto, os pilotos acompanhariam os atletas e prestariam socorro em caso de acidente.

Pouco tempo depois da polêmica bateria, aconteceu uma reunião entre membros da comissão técnica para analisar a solicitação de Charles, padrasto de Gabriel Medina. Ficou decidido que não haveria reinício da bateria.


O portal Waves é o parceiro oficial de mídia do Billabong Rio Pro 2012. Acesse o website para mais informações e conteúdo exclusivo.

Artigos Relacionados