• PERÍODO DE ESPERA
    Dia 8 de 12
  • EVENTO
    Parabéns John John
  • WEBCAST
  • ONDAS
    2-4 pés
  • TEMPO: Sol
    VENTO: Fraco
  • PROGRAMAÇÃO: Vitória de John John Florence!
    ATUALIZADO: 16 de Maio - 11am

Cidade de Deus e do Surfe

30 April 2012 Posted in Lifestyle

As ondas

Que tal começar o dia nas praias urbanas da Zona Sul? Boas alternativas não faltam, do Leme a São Conrado, em ondas tubulares bem próximas da areia. É na Zona Sul que quebram algumas das melhores ondas do Rio em dias de mar grande. As direitas do Pontão, as longas esquerdas do Arpoador e as ladeiras do Baixio, em Copacabana, ilustram bem a teoria de que todo surfista carioca deve ter uma gun no seu quiver. Além do surf de algumas lajes da redondeza. Mas se você preferir a segurança da terra firme a ter que enfrentar condições mais pesadas, então as areias de Ipanema garantem um show de beleza, das mulheres e do pôr do sol mais aplaudido da cidade. Ou quem sabe você possa optar por divertir-se em alguma – slackline – versão moderna da corda bamba – cada vez mais popular em Ipanema.

Praias verdes

As praias da Zona Oeste também se apresentam como ótimas opções para surfar. A Barra da Tijuca é a maior delas, com dezenas de valas se espalhando nos seus quase 15 km de areia, que se estendem do Quebra-Mar até o Recreio dos Bandeirantes, passando pela preservada área da Reserva. A Barra recebe swells de variadas direções, apresentando ondas que podem ser tanto tubulares como cheias e manobráveis. Nos dias bons, é possível escolher a vala que mais lhe agradar e surfar praticamente sozinho, especialmente de manhã bem cedo. Já a vizinha praia da Macumba é o paraíso dos longboards, onde animados veteranos se divertem junto de iniciantes e novos talentos. O quiosque do surfista Rico de Souza é ponto de encontro e referência por lá.

Prainha e Grumari

Mas é atrás da próxima montanha, separada por uma estrada sinuosa e debruçada sobre a orla, que se escondem as “intocadas” Prainha e Grumari. Ambas compõem um cenário deslumbrante do que podemos chamar de santuário ecológico dos surfistas cariocas. Altas ondas e gente bonita em uma Área de Proteção Ambiental (APA) onde não há construções e o verde predomina. Mais alguns minutos de carro e finalmente chegamos à última fronteira do surf na cidade – Guaratiba. Situada dentro de uma área militar, na restinga da Marambaia, ela é uma joia rara e considerada por alguns com a melhor esquerda da costa carioca nos seus dias mais perfeitos. Expressos que podem fazer você pensar que está na Indonésia. Por receber swells de diferentes direções e por sua constância de ondas, as praias da Zona Oeste são os locais de treino mais procurados pelos surfistas no Rio.

Confira abaixo informações de alguns dos pontos mais tradicionais do surf carioca

ARPOADOR
Ondulação: leste, sudeste
Vento: leste, nordeste
Tamanho: 0,5 a 3 metros
Fundo: areia
Características: esquerdas longas, manobráveis e com seções de tubo
Dicas: crowd intenso; respeite os locais; estacionamento difícil

BARRA
Ondulação: sul, sudoeste, sudeste, leste
Vento: nordeste, leste fraco
Tamanho: 0,5 a 2 metros surfáveis
Fundo: areia
Características: ondas manobráveis, formadas por diversas bancadas e valas por toda a extensão da praia
Dicas: escolhendo a vala certa, pode-se surfar sozinho; estacionamento acessível por toda a orla

SÃO CONRADO
Ondulação: leste, sudeste
Vento: nordeste, leste
Tamanho: 0,5 a 2 metros
Fundo: areia
Características: ondas triangulares, fortes e tubulares perto da areia
Dicas: um dos melhores tubos do Rio; água normalmente suja; respeite os locais; estacionamento acessível

PRAINHA
Ondulação: sul, sudeste
Vento: sudoeste fraco
Tamanho: 0,5 a 3 metros
Fundo: areia
Características: ondas por toda a sua extensão, direitas e esquerdas manobráveis sob as mais variadas condições; muito consistente
Dicas: a Prainha é uma APA (Área de Proteção Ambiental) com quiosques, chuveiros, banheiros. Frequentada por gente bonita e pela nata do surf carioca. Nos fins de semana, chegue cedo para garantir sua vaga

GRUMARI
Ondulação: sul, sudoeste
Vento: nordeste, sudoeste fraco
Tamanho: 0,5 a 3,5 metros
Fundo: areia
Características: no meio da praia, ondas para ambos os lados em dias pequenos e médios. Com mar maior, direitas poderosas no canto direito da praia
Dicas: uma gun pode fazer a diferença nos dias grandes. Vagas por toda a praia durante a semana. Nos fins de semana de sol, chegue cedo para garantir a sua

Texto e fotos: Beto Paes Leme - jornalista, mora em Copacabana e é um apaixonado pelo Rio e pelo Botafogo

Fonte: Guia Billabong Rio Pro 2011 - Alma Surf

Artigos Relacionados